Este site não está atualizado, consulte o site do agrupamento atualizado em www.aeffl.pt
Siga-nos RSS Facebook Twitter
8 de Agosto de 2020
  • Decrease font size
  • Default font size
  • Increase font size

 
É claro que os meus filhos terão computadores, mas antes terão livros.
Bill Gates (Fundador da Microsoft)

De tudo o que se escreve, apenas amo o que se escreve com o próprio sangue.
Nietzsche

Alguns livros são injustamente esquecidos; nenhum livro é injustamente lembrado.
Wystan Hugh Auden

 
O oposto de uma afirmação correcta é uma afirmação falsa. Mas o oposto de uma verdade profunda pode ser outra verdade profunda.
Niels Bohr


Não se pode ensinar tudo a alguém, pode-se apenas ajudá-lo a encontrar por si mesmo.
Galileu Galilei

Início Atividades Arquivo Mercúrio.ESFFL O Grande Acelerador de Partículas II
O Grande Acelerador de Partículas II PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Indíce do artigo
O Grande Acelerador de Partículas II
Página 2
Todas as páginas

A Importância Científica

            cern.jpg Situado na sede do Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (CERN, na sigla francesa), por baixo dos prados alpinos da fronteira franco-suiça, perto de Genebra, é constituído por um túnel circular de 27 Km de comprimento, capaz de acelerar partículas sub-atómicas até uma velocidade próxima da da luz para as fazer colidir. Após o que, quatro enormes detectores (do tamanho de um edifício de quatro andares), irão funcionar como microscópios para identificarem as partículas na fracção de segundo que medeia entre o seu aparecimento e o novo desaparecimento. Envolvendo mais de 10 mil cientistas de várias nações, tem como um dos principais objectivos o estudo da chamada “energia escura”, que constitui a maior parte do universo e sobre a qual pouco se sabe. Através de um conjunto de experiências os cientistas esperam recriar os instantes que se seguiram ao Big Bang e, entre outros mistérios, conseguir a prova de existência do bosão de Higgs.


O bosão de Higgs
              
            Sabemos que a matéria é feita de moléculas e que estas são constituídas por átomos . Por sua vez, estes estão organizados como uma nuvem de electrões que rodeia um núcleo (cerca de cem vezes menor do que a nuvem) que consiste num conglomerado de neutrões e protões. Sabe-se porque razão o átomo é como é, mas ainda não se consegue perceber porque é que as partículas elementares têm a massa que têm e porque apresentam enormes diferenças entre si – por exemplo, a mais pesada, o quark Top, tem uma massa cerca de 350 mil vezes maior do que o electrão. 

           peterˍhiggs.jpg  Em 1964, o físico britânico Peter  Higgs sugeriu uma solução para estas discrepâncias: todo o universo está ocupado por um campo semelhante ao electromagnético e quando as partículas interagem com ele adquirem massa. A ideia é de tal modo revolucionária que colide com o pressuposto comummente aceite de que a massa seja uma propriedade intrínseca da matéria. Ou seja, segundo Higgs os corpos não “têm” massa, adquirem massa. Mas como explicar este facto? Higgs utiliza uma analogia : imaginemos uma sala cheia de gente e que subitamente entra uma pessoa muito famosa. Os que estão junto da porta agrupam-se em seu redor. À medida que avança pela sala, mais pessoas agrupam-se em seu redor e deste modo a pessoa famosa tem dificuldade em deslocar-se. Por outras palavras, as partículas que se movimentam através deste campo adquirem massa, o que aumenta a sua resistência ao movimento.

             Ora, para provar a existência deste campo de forças é preciso encontrar a sua partícula portadora, o chamado bosão de Higgs, pois que todas as forças que conhecemos na natureza  têm associadas a si uma partícula responsável: no caso da força gravitacional é o gravitão, para a electromagnética é o fotão, na força nuclear forte (que mantém o núcleo unido) é o gluão (do inglês “glue”, cola) e a força nuclear fraca (responsável pela desintegração radioactiva beta), possui três partículas portadoras, os bosões W+, W- e Z0 .



 

Destaques

Gala das Francisquíadas 2013
 
Lip Dub 2013
 
 
SeguraNet
 
Agência Portuguesa (PROALV)
Agência Portuguesa (PROALV)
http://www.proalv.pt/public/PortalRender.aspx?PageID={fca3e27e-2ae1-4ddb-b44a-f32523394236}
.Comenius
Questionnaires
 
Projeto “Advocating a Critical Media Literacy”
Apresentação
TwinSpace